Receitas

Como fazer vinho quente?

Como fazer vinho quente

Junho e Julho são um dos meses mais celebrados do ano, devido a tão especial Festa Junina / Julina, com diversas comidas e brincadeiras típicas. Mas hoje vamos falar de uma bebida típica deste período e que é ótima para ser apreciada no inverno, já que é bem quente e seu sabor é delicioso, o tão famoso Vinho Quente! Quer saber tudo sobre ela? Continue lendo o artigo. 

O que é vinho quente?

O vinho quente é uma bebida alcoólica quente que geralmente é consumida durante os meses mais frios do ano, como no inverno ou em festividades. É uma bebida tradicional em várias culturas, especialmente na Europa. 
A receita básica do vinho quente geralmente envolve aquecer vinho tinto com especiarias e adoçantes, criando uma bebida saborosa e reconfortante. 

Origem

O vinho quente, também conhecido como mulled wine, foi criado durante o século II, pelos romanos com o objetivo de aquecer eles do rigoroso inverno europeu. Pelo fato de que os romanos dominaram grande parte da Europa, eles espalharam a cultura do vinho quente por onde passavam, o que fez com que o ele ganhasse uma grande popularidade ao longo dos anos.
Com o aumento da popularidade, as pessoas começaram a misturar especiarias ao vinho, como canela, mel e cravo, pois acreditavam que além de se aquecerem, também  ajudava a aumentar a imunidade dos mesmos. Além de especiarias, também adicionavam açúcar para que os vinhos com um sabor mais desagradavel  ficassem mais saborosos. 
Infelizmente, conforme o tempo passou, a popularidade do vinho quente foi acabando em grande parte da Europa. Um dos únicos lugares que permaneceu com a tradição de apreciá-la com frequência, foi a Suécia. Portanto, a partir do ano de 1890, o Glögg, como é conhecido no país, passou a ser associado com o natal, sendo assim, os rótulos desses vinhos, os quais eram comercializados para a Europa, sempre tinham a imagem de um papai noel. Fazendo com que a popularidade do mulled wine voltasse rapidamente e permanecendo até os dias de hoje, como uma típica bebida do natal europeu. 

Brasil e o mulled wine

Mas como essa bebida se tornou típica em nosso país e sem ser no natal? A resposta é bem simples na realidade, graças aos portugueses e ao catolicismo. No mês de Junho, os portugueses tinham o costume de homenagear a mulher de Júpiter, a qual tinha essa festa conhecida como Junônias. E nesse mesmo período, para os católicos, que era grande parte das pessoas do país, era celebrado o nascimento do santo João Batista, o qual tinha sua festa conhecida como “Joaninas” com uma grande fartura de comidas e bebidas, incluindo o vinho quente. 
Com a vinda dos portugueses para o Brasil, essa comemoração também foi trazida para cá, sendo uma das maiores festividades do nosso país. 

Curiosidade

Sabia que por mais que muitas pessoas chamem o mulled wine de quentão, utilizar essa palavra para se referir a esse tipo de bebida, é algo errado? Porque para o preparo do quentão é utilizado a cachaça e não o vinho tinto. Dito isso vamos a receita. 

Como fazer?

Ingredientes 

  • 750ml de vinho tinto (seco ou suave) 
  • 1 e 1/2 xícaras de açúcar 
  • 2 maçãs pequenas cortadas em cubos
  • 10 lascas finas de gengibre 
  • 3 ramas de canela em pau
  • 1 colher de sopa de cravos da índia
  • 2 e ½ xícaras (chá) de água
  • Casca de 1 laranja-pera seca de um dia para o outro


Modo de preparo
1. Jogue o açúcar em uma panela e mexa até virar um caramelo. 
2. Em seguida coloque o gengibre, a canela, os cravos e a casca de laranja na panela e mexa bem.
3. Acrescente o vinho, a água e as maçãs e deixe ferver por 10 minutos (mas sempre vai mexendo para o caramelo desgrudar do fundo da panela) 
4. Retire as especiarias e a fruta 
5. Sirva bem quente! 

Dois pontos que devem ser levados em consideração, caso o seu vinho for fraco, não acrescente muita água, pois isso pode deixar o seu mulled wine aguado. E o segundo ponto é que essa é apenas uma das milhares receitas de vinho quente que existem no mundo, então é possível acrescentar diversos outros ingredientes.  

Conclusão

Em resumo, o vinho quente é uma bebida tradicional e reconfortante que tem origem nos tempos romanos e se espalhou pela Europa. Embora tenha perdido popularidade em muitos lugares, permaneceu como uma tradição natalina na Suécia e ressurgiu como uma bebida típica das festividades juninas no Brasil. Através da combinação de especiarias, açúcar e vinho tinto, o vinho quente oferece um sabor delicioso para ser apreciado durante os meses frios do ano.
Se você está curioso para experimentar essa bebida quente e saborosa, siga a nossa receita simples e tradicional. Lembre-se de ajustar a quantidade de água de acordo com a potência do seu vinho, evitando diluir demais a bebida. Além disso, saiba que existem inúmeras variações dessa receita, permitindo a adição de outros ingredientes e especiarias para personalizar o seu próprio vinho quente.
Então, aproveite o clima de festividades juninas e julinas, desfrute das comidas típicas e brincadeiras, e não se esqueça de apreciar uma boa xícara de vinho quente, uma bebida que aquece o corpo e o coração. Experimente essa tradição que atravessou séculos e fronteiras, trazendo consigo todo o sabor e aconchego das épocas mais frias do ano. Saúde e bons momentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *